A desigualdade causou a Primeira Guerra Mundial? Contra Hobson-Lênin-Milanovic

Em uma pequena seção no seu novo livro, Branko Milanovic argumenta que a Primeira Guerra Mundial foi causada em última análise pela desigualdade de renda e riqueza entre os países beligerantes, ressuscitando as ideias de John A. Hobson, Rosa Luxemburgo e Lênin. O argumento básico: alta desigualdade doméstica → 'subconsumo' das massas e poupança de ‘excedente’ pelas elites → exportação de capitais, isto é, procura por destinos além-mar de investimentos → a “disputas por colônias” e imperialismo → (uma causa maior da) GUERRA.

Eu examino cada elemento nessa linha de raciocínio e rejeito a visão da “Primeira Guerra Mundial endógena”.