Todos devemos economizar mais: A economia da ética da poupança

Como na externalidade da oferta de trabalho, no entanto, existem benefícios adicionais decorrentes da decisão de poupança. Conforme observado, a economia, medida pelo valor total do produto, torna-se maior pelo tamanho do incremento do valor refletido no produto líquido do investimento de capital que o ato inicial de poupar torna possível. Certamente, as fontes adicionais disponíveis para gastos, tanto em bens de consumo quanto em capital, no segundo ano devem vir da pessoa que primeiro poupa e depois recebe esse retorno líquido. Mas essa pessoa, no segundo ano, é capaz de retornar ao gasto ou ao fluxo de capital, ou ambos, US$ 1,05, que se torna a demanda por bens e serviços produzidos na economia. E uma economia que é maior, mesmo que em cinco centavos, é capaz de explorar mais plenamente as vantagens da especialização no uso de recursos. Coloque um dólar de poupança adicional junto com outros que refletem decisões semelhantes por parte de muitas pessoas, e uma tecnologia em algum lugar à margem da viabilidade econômica pode ser empurrada para além do limite da capacidade de sobrevivência.